A Cidade dos Carregadores de Pedra

0

Escolhemos o livro de Sandra Branco, “A Cidade dos Carregadores de Pedra”,  ilustrado por Elma, da nossa parceira Editora Cortez. Realizamos algumas atividades bem interessantes a partir do texto.

Lindo livro que traz em seu enredo um grande exemplo sobre viver de uma forma leve, livre de culpas, medos ou receios. O que fazer com as “pedras” que nos são dadas ou com aquelas que surgem em nosso caminho? Temos duas escolhas, ficar com elas e levá-las sempre como peso ou torná-las base para uma nova estrutura de vida. A atividade aqui proposta tem por objetivo fazer as crianças refletirem sobre essa lição de vida de uma forma divertida e lúdica. Também deseja despertar a sensibilidade sobre assuntos relacionados aos sentimentos. Um livro que encanta crianças e adultos.

Material :

• Pedras tipo seixo( para um número máximo de seis crianças) ou caixinhas de fósforos se a atividade for desenvolvida em sala de aula, onde o número de crianças é bem maior.
• Papel
• Lápis
• Pincel
• Tinta

20160409_162850
1º momento: Entrega das pedrinhas e algumas atividades

Antes de iniciar a leitura do livro, distribuir para cada criança uma pedra ou uma caixinha de fósforo. Solicite que as crianças realizem algumas atividades como brincar de amarelinha, escrever um bilhete, fazer um barquinho de papel, tudo sem largar as pedrinhas e peça que permaneçam assim, segurando sem largar, até o momento que será pedido para elas soltarem.

– Neste momento já é possível ouvir alguns comentários das crianças sobre o incômodo de realizar as atividades com algo nas mãos.

20160409_162448
2º momento: Brincadeira do passa anel

Formar um círculo com as crianças e fazer a brincadeira do passa anel. Aquela que estiver com o anel irá receber as pedrinhas de quem o passou. E assim continuar a brincadeira até que outras crianças recebam mais pedras. É possível que seja difícil em algum momento realizar a atividade sem que os outros vejam com quem irá ficar o anel por conta das mãos ocupadas, então pode pedir que as crianças aguardem o passa anel de olhos fechados.

– A intenção é justamente causar incômodo com as mão ocupadas e fazer a criança perceber que para poder aproveitar a vida é preciso estar “livre” de alguns pesos. Esse momento de percepção acontecerá quando a leitura do livro for realizada.

20160409_162301
3º momento: Momento leitura do livro

Pedir que as crianças se organizem para ouvir a história. Lembre-se de fazer uma leitura compartilhada atrativa e interessante, utilizando vários tons de voz e interpretando cada personagem para que as crianças se sintam envolvidas no enredo.

Após a leitura deixar que as crianças expressem livremente suas ideias e compreensões sobre a história lida.

Aproveite o momento e estimule a oralidade das crianças com perguntas como:

Em algum momento incomodou ter que segurar as pedras para fazer as atividades?
Se tivessem que passar o dia inteiro e fazer tudo com as pedrinhas na mão, como seria?

Terminada a discussão as crianças irão completar a frase enquanto colocam suas pedrinhas na mesa.

FRASE:
Me livrar das pedrinhas me deixa:_________________

20160410_114534

4°momento: Pintura das pedras

Para finalizar as crianças irão pintar suas pedras. Elas podem formar uma pequena cidade pintando casinhas, joaninhas, rostinhos, ou deixe-as pintar livremente conforme sua imaginação. Depois de pintadas as pedrinhas podem decorar os vasos de plantas de quem mora em apartamentos, do jardim das casas ou do jardim escola!

Marcela Rios
Colunista Ciranda Contada

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM
21 de outubro de 2014

O Rei do Rio

Leitura, Para Filhos
Leia o artigo
12 de setembro de 2014

De Manhã

Leitura, Para Filhos
Leia o artigo
8 de junho de 2014

Dora e o Festival de Pipa Arco-Íris

Leitura, Para Filhos
Leia o artigo
    • Sabrina Menezes
    • 27 de junho de 2016
    Responder

    Marcela, excelente trabalho! Bem contextualizado e trabalhando a ética e o raciocínio das crianças. Parabéns! Vou aguardar ansiosa suas novas ideias.

ESCREVA UM COMENTÁRIO

 

Nascida em Itabuna, signo de Peixes. Formada em Relações Públicas, mas Educadora de construção e coração. Amo minha família e minha ocupação favorita é SER MÃE. Amo os livros! Sonho em ter uma Livraria ou uma ONG para animais abandonados. Cheia de ideias, criatividade não me falta, sou exagerada, falo muito. Faço meditação para conversar com Deus!

 

Continue Lendo

@cirandacontada

Anuncie!