8 Formas para Seu Filho Ser Responsável

17 de fevereiro de 2016 , In: Bem Estar, Educação , With: No Comments
0

Quando as pessoas falam que EDUCAR os filhos é a coisa mais difícil da maternidade, tenho que concordar. Orientar um ser humano e passar valores para ele, de forma que ele possa conduzir sua vida de forma equilibrada… é um DESAFIO e tanto. Para auxiliar nesse grande desafio, precisamos ensinar nossos filhos a serem RESPONSÁVEIS. Ser responsável não só prepara o seu filho para ser habilidosos com as diversas situações da vida, mas também ajuda a criança, a desenvolver uma compreensão de seus talentos únicos, bem como da importância de usa-los para contribuir para a sua família, amigos e comunidade em geral. Nesse sentido, nós vamos compartilhar, 9 formas para seu filhos tornar-se RESPONSÁVEL.

1. Ensine sobre causa e efeito com o seu filho. Ajude seu filho a entender como suas ações e decisões afetam a si mesmos e aos outros. Quando as crianças compreendem que toda causa tem um efeito, fica mais fácil dele aceitar as consequências das suas ações de forma mais lógica. Não visitar um amigo, até que depois do quarto ser limpo, por exemplo, não é um “castigo” mas uma consequência lógica de uma escolha que fizeram. Da próxima vez, eles estão livres para fazer uma escolha diferente, que leva a uma consequência diferente. Além disso, a compreensão de como suas ações afetam os outros podem ensinar as crianças a ajudar os outros. As crianças naturalmente têm corações grandes! Aproveitem para ensinar a importância de suas ações.

2. Deixe-os tomar suas próprias decisões e aceitar as consequências para eles. Talvez essa seja uma das formas mais exigentes (para os pais), de ensinar aos filhos as consequências de suas ações. Naturalmente, os pais querem proteger seus filhos, mas é importante, sempre que possível, deixar os seus filhos escolher o que fazer ou como eles fazem as coisas. Uma das melhores maneiras para ele aprender a ser responsável, é fazendo escolhas responsáveis. Se você, como pai, fazer a escolha para eles, você é responsável por essa escolha. Se o seu filho faz a escolha, eles são responsáveis por isso. Quanto mais oportunidades que eles têm de exercer a tomada de decisão responsável, o melhor.

3. Dê tarefas, ao redor da casa, apropriada a idade dele. Começam quando eles são muito jovens, na primeira infância. Mesmo as crianças pequenas têm idade suficiente para contribuir com algo simples para a família (pegar os brinquedos, aprendendo a vestir-se de forma independente, etc.). Deixe o seu filho experimentar a fazer as tarefas por conta própria! Se eles não sabem como fazer algo, que eles são capazes de, mas nunca fez antes, você pode orienta-los, mas, em seguida, deixá-los tentar mais uma vez. O objetivo não é a perfeição, mas a compreensão da responsabilidade com sua tarefa.

4. Ensino o que são prioridades. Essa ideia é muito interessante! Dê ao seu filho uma lista de várias tarefas, depois peça para dar-lhes prioridade a cada uma. Tudo bem se seu filho estabelecer uma ordem diferente da sua, (prioridades de uma pessoa, muitas vezes, será influenciado pelo seu temperamento e seus interesses), contanto que eles aprendem que algumas tarefas devam ser feitas, enquanto outros são opcionais.O importante é que eles percebam que algumas tarefas precisam ser realizadas, mesmo que as tarefas menos importantes fiquem para o outro dia.

5. Lembre seu filho de suas responsabilidades de formas diferentes, assim irá ajuda-lo a desenvolver hábitos responsáveis. Acima de tudo, precisamos ter paciência com nossos filhos, eles não aprenderão a ser responsáveis da noite para o dia. Muitas vezes eles irão esquecer as responsabilidades que lhes foram confiados. Seja paciente com eles, assim você ajudará a fazer as suas responsabilidades um hábito. Em vez de sempre dizer “lembre-se de fazer isso ou aquilo”, você pode encontrar maneiras criativas para lembrá-los. Que tal deixar pequenos bilhetes de espalhados, enviar mensagens de SMS, pequenos vídeos  pelo zap… ou escolher um sinal (uma melodia ou citação) que diz a seu filho que eles estão esquecendo alguma coisa. Usemos da criatividade!

6. Os erros são OK. Eles vão acontecer. Transformá-los em oportunidades de aprendizagem, em vez de tratá-los como um fracasso.

7. Se posicione de forma positiva. Se o seu filho não completou uma responsabilidade, evite dizer “você não pode fazer isso”, porque “você não ter feito aquilo”. Se posicionar de forma negativa, pode fazer seu filho ficar chateado com tanta responsabilidades. Você pode transmitir a mesma mensagem positiva, dizendo: “Sim, você pode com” x “depois de terminar” y “. Desta forma, você centra o seu filho sobre os benefícios de completar as suas responsabilidades, em vez de as consequências negativas de ignorá-los.

8. O reforço positivo quando o seu filho bem-sucedido. De tudo que tenho aprendido, como mãe, é que o reforço positivo realmente funciona. Elogie seu filho e aponte seus sucessos. Assim que ele sentir que começou a ter sucesso com pequenas responsabilidades, gradualmente você poderá aumentar suas responsabilidades, para que eles reconhecem o âmbito da sua realização e sentir o seu próprio crescimento.

Espero que tenham gostado!

 

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM
13 de outubro de 2014

Ruth Rocha

Leitura, Para Filhos
Leia o artigo
22 de setembro de 2015

Coleção O Lobinho

Leitura, Para Filhos
Leia o artigo
26 de maio de 2014

Mr. Peabody e Sherman

Dicas, Indicação
Leia o artigo
Sem Comentáros... Por enquanto...

ESCREVA UM COMENTÁRIO

 

Nascida em Itabuna, signo de Peixes. Formada em Relações Públicas, mas Educadora de construção e coração. Amo minha família e minha ocupação favorita é SER MÃE. Amo os livros! Sonho em ter uma Livraria ou uma ONG para animais abandonados. Cheia de ideias, criatividade não me falta, sou exagerada, falo muito. Faço meditação para conversar com Deus!

 

Continue Lendo

@cirandacontada

Anuncie!