O Natal Depois de Ter Filhos

22 de dezembro de 2014 , In: Impressões, Relatos , With: 2 Comments
0

 

Quando eu era criança costumava gostar de Natal. Não sei se pelos presentes, ou se pelas comidas, ou se pelo fato de ser a época que íamos de Jequié para Salvador para passarmos as festas de fim de ano com toda a família. Na véspera de Natal, íamos para casa de meus avós maternos, na Cidade Baixa. Passávamos primeiro lá, pois eles dormiam cedo. Minha avó costumava decorar sua casa com árvore de natal, presépio, e cobria o chão com folhas de pitanga. Uma tradição. Depois íamos passar o Natal com a família do meu pai. Era a época em que toda a família se reunia. O ponto alto dos festejos de fim de ano culminava com o réveillon na casa de meus tios, na Praia da Boa Viagem. Com direito a acompanhar a procissão de Nosso Senhor dos navegantes e tudo.
Os anos foram se passando, a tradição e a magia desta época continuaram mesmo depois da descoberta de que Papai Noel não existe. Em 1992, fomos morar em Salvador, mas as festas e comemorações familiares desta e de outras épocas continuaram. Uma tradição familiar. Ao longo dos anos, muitos chegaram, outros foram embora, outros partiram. Estes que partiram fazem muita falta.
Falando em tradição familiar, eles resolvem nos deixar em próximo ou durante as festas, como carnaval e fim de ano. Acho que a partir destas perdas, passei a me afastar destas festas. Passei a odiar o natal. Nunca escondi isso. Talvez pelo fato destas pessoas comemorarem tanto natal, ou de se organizarem. Durante anos nem comemorava nem fazia questão. Afinal de contas, se não pararmos para pensar e refletir, o natal passa a ser apenas uma data de consumo e nada mais. Afinal, não devemos ser bonzinhos nesta época apenas e sim o tempo todo. Como já me disseram: ser gente boa é obrigação do ser humano.
Com minha nova família, tudo passou a ser diferente. Meu marido adora celebrar esta data. Passei a olhar com outros olhos. Voltei a me acostumar com o natal, chegando ao ponto de comprar uma árvore natalina que não tinha aqui em casa.
Mas o Natal deste ano será bem diferente. Este ano será o nosso primeiro Natal como pais. Como aqui em casa está em obras, as festas acontecerão no sítio, onde as crianças já se encontram por conta das férias e onde já decoramos.
Com as crianças o Natal passou a ter outro significado. Já os levei para tirar fotos com Papai Noel e tudo que se tem direito. Mesmo sabendo que eles nunca tiveram esta tradição em suas vidas, a partir de agora esta tradição fará parte das nossas vidas. Minha mãe e meu irmão também passarão o Natal conosco.
Bom é saber que o Natal continua cumprindo sua função de renovar nossos votos e de ser renovar.
Feliz natal!!
Marcelo Dalcom
  1. Adorei o seu post. Desejo a todos um feliz natal e um anovo repleto de boas novas, sobretudo, para vocês que são puros de coração. Beijos em todos!

ESCREVA UM COMENTÁRIO

 

Nascida em Itabuna, signo de Peixes. Formada em Relações Públicas, mas Educadora de construção e coração. Amo minha família e minha ocupação favorita é SER MÃE. Amo os livros! Sonho em ter uma Livraria ou uma ONG para animais abandonados. Cheia de ideias, criatividade não me falta, sou exagerada, falo muito. Faço meditação para conversar com Deus!

 

Continue Lendo

@cirandacontada

Anuncie!