Chegada!

26 de novembro de 2014 , In: Desabafos, Relatos , With: No Comments
0
No dia em que o conselho tutelar nos avisou que tínhamos ganho a guarda provisória foi uma festa. Muita emoção. Achamos melhor irmos no dia seguinte, porque assim poderíamos passar na escola em que eles estavam estudando e pegar a transferência.
A despedida do abrigo foi emocionante e triste ao mesmo tempo. Muitas crianças que estavam lá queriam ter a mesma sorte deles e irem para um lar. Eles vieram com pouquíssimas roupas, daí tivemos de comprar de urgência. Como somos marinheiros de primeira viagem, fomos ao shopping mais próximo de casa e que frequentamos. Conselho: nunca façam isso. Mas não tínhamos outra opção. Não sabíamos as numerações deles. Pagamos caro, mas compramos emergencialmente de toalhas de banho a vestido. Passando por meias, cuecas e calcinhas.
As compras seguintes foram mais tranquilas e bem menos dispendiosas. Risos. A gente aprende. Aprendemos que temos de dividir as roupas de ficar em casa das roupas de sair. E criança gasta muita roupa mesmo. Outra coisa que descobrimos é como roupa infantil é cara.
Queríamos muito saber o porquê. Muitas vezes é mais cara que roupa de adulto.
Os primeiros dias com as crianças em casa foram amistosos. Nem nós sabíamos como tratar direito, nem as crianças sabiam como nos tratar. E começaram a nos chamar de tio, ou pelo nome mesmo. A Maria Eduarda, que tem 5 anos, come de tudo, o Isaías, de 10 anos, que não gosta de tudo.
Nesse início, eles comiam muito e muito rápido. Chegaram a passar mal. Conversamos com eles que não precisavam fazer assim e que comessem o necessário e se quisessem depois poderiam comer. E quando fosse comer, que comessem devagar.
Desde então, ficamos sempre de olho neles com relação à refeição, às comidas fora de hora. Eles não são muito fãs de refrigerantes, adoram suco e frutas, o que tem nos facilitado bastante.
A convivência tem sido bastante divertida, gratificante, enriquecedora e muito mais. Apesar de estarmos juntos há mais ou menos dois meses, parece que eles sempre estiveram em nossas vidas. Sempre.

Marcelo Dalcom

 

Sem Comentáros... Por enquanto...

ESCREVA UM COMENTÁRIO

 

Nascida em Itabuna, signo de Peixes. Formada em Relações Públicas, mas Educadora de construção e coração. Amo minha família e minha ocupação favorita é SER MÃE. Amo os livros! Sonho em ter uma Livraria ou uma ONG para animais abandonados. Cheia de ideias, criatividade não me falta, sou exagerada, falo muito. Faço meditação para conversar com Deus!

 

Continue Lendo

@cirandacontada

Anuncie!